domingo, 21 de julho de 2024
Pesquisar

Festival de Parintins 2024: Garantido encerra a segunda noite destacando os itens femininos

Festival de Parintins 2024
Festival de Parintins 2024

Isabelle Nogueira, Valentina Coimba E Demais Itens Femininos Tiveram Papel Importante Na Apresentação

Parintins (AM) – Os itens femininos foram o grande destaque da apresentação do Boi-Bumbá Garantido, na segunda noite de apresentações do Festival Folclórico de Parintins. Na arena, Isabelle Nogueira Valentina Coimbra foram o carro chefe do bumbá, na apresentação intitulada ‘A Cidade de Lindolfo, que faz parte do espetáculo ‘Segredos do Coração’. João Paulo Farias se manteve polêmico e Adriano Paketá imponente, sendo os destaques masculinos.

O primeiro grande momento da noite foi a entrada de Isabelle Nogueira, que desta vez veio ao fim da Lenda Amazônica das Icamiabas, em uma alegoria de Ozeas Bentes e Neto Barbosa. Ao som de Libertárias Guerreiras, a cunhã-poranga encarnou ‘Ikonori’, líder das Amazonas em sua luta contra Francisco Orellana, e logo depois evoluiu ao som de ‘Cunhã Poranga da Pele Vermelha’ e ‘Isa-A-Bela’. 

Isabelle Nogueira fez uma bela apresentação defendendo o posto de cunhã-poranga do boi Garantido. (Foto: Paulo Bindá/A Crítica)

Isabelle Nogueira fez uma bela apresentação defendendo o posto de cunhã-poranga do boi Garantido. (Foto: Paulo Bindá/A Crítica)

 Em seu momento folclórico, o bumbá trouxe a arena novamente o Belezão, o Boi Garantido Gigante, sendo acompanhando pelo próprio Bumbá e a Sinhazinha da Fazenda, Valentina Coimbra. Ela tem sido um dos itens individuais com mais destaque do Boi da Baixa do São José nesta temporada, principalmente por suas evoluções juntamente com o grupo de dança Ghandicasts, enquanto o Bumbá se jogou no meio da multidão e evoluiu no meio da galera.

Belezão, o Boi Gigante do Garantido, trouxe a sinhazinha da fazenda, Valentina Coimbra. (Foto: Daniel Brandão/A Crítica)

Belezão, o Boi Gigante do Garantido, trouxe a sinhazinha da fazenda, Valentina Coimbra. (Foto: Daniel Brandão/A Crítica)

 Como ato final de sua apresentação, o boi vermelho e branco encenou o ritual Huni-Kuin, que mostrou a viajem do pajé por meio da Ayahuasca para encontrar os espíritos e redesenhar o mundo, tomado pelas forças do mal. Foi nesta alegoria, de Leandro Oliveira e Juciê Santos, que Adriano Paketá, o pajé do Boi Garantido, entrou em cena para a sua evolução, sendo ovacionado por sua torcida.

Adriano Paketá encenou o ritual Huni-Kuin, que mostrou a viajem do pajé por meio da Ayahuasca. (Foto: Daniel Brandão/A Crítica)

Adriano Paketá encenou o ritual Huni-Kuin, que mostrou a viajem do pajé por meio da Ayahuasca. (Foto: Daniel Brandão/A Crítica)

 Sempre polêmico, o amo do Boi, João Paulo Farias se mostrou mais contido, trazendo logo em sua entrada a senhora Maria do Carmo Monteverde, filha de Lindolfo Monteverde, que versou ao lado dele.

Assim como no ano passado ele trouxe um verso falando sobre as raízes indígenas do bumbá, e encerrou sua participação alfinetando o Boi Caprichoso. Em seus versos, o amo afirmou que o ‘boi contrário’, se sumisse, não faria falta, e ainda trouxe a área o ‘Boi Campineiro’, apontando um substituto para o Touro Negro.

Na companhia de Maria do Carmo Monteverde, filha de Lindolfo Monteverde, João Paulo Farias se mostrou mais contido, mas lógico, alfinetando o boi adversário. (Foto: Daniel Brandão/ ACrítica)

Na companhia de Maria do Carmo Monteverde, filha de Lindolfo Monteverde, João Paulo Farias se mostrou mais contido, mas lógico, alfinetando o boi adversário. (Foto: Daniel Brandão/ ACrítica)

 Um dos pontos que trouxe preocupação para todos foi Davi Assayag, que acabou passando mal ao fim da apresentação, e precisou deixar a arena, sendo substituído por Marcia Siqueira, que já havia feito uma participação especial durante a noite. 

O levantador de toadas, David Assayag, precisou ser atendido pela equipe médica após passar mal. (Foto: Daniel Brandão/A Crítica)

O levantador de toadas, David Assayag, precisou ser atendido pela equipe médica após passar mal. (Foto: Daniel Brandão/A Crítica)

 Passado o susto, falta apenas mais um ‘segredo’ a ser mostrado na arena, e a data está marcada: domingo (29), a partir das 20h.


Descubra mais sobre Manaustime

Subscribe to get the latest posts sent to your email.

Deixe o seu Comentário

Festival de Parintins 2024: Garantido encerra a segunda noite destacando os itens femininos

plugins premium WordPress