sexta-feira, 19 de julho de 2024
Pesquisar

Governo do Amazonas avança com obras da primeira Escola da Floresta na Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uatumã

Fotos: Lucas Silva/ Secom

Essa é a primeira unidade, de um total de três, que serão construídas para fortalecer ações de educação ambiental nas UCs

A construção da primeira Escola da Floresta na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Uatumã, no município de São Sebastião do Uatumã (a 247 quilômetros de Manaus), já começou e tem gerado boas expectativas para a comunidade que será beneficiada com esse projeto que vai promover sustentabilidade e ações socioambientais em unidades de ensino do estado. Em fevereiro deste ano, o governador Wilson Lima assinou a ordem de serviço para a construção da unidade. 

O projeto do Governo do Estado é executado por meio de uma parceria entre a Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar e a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema).

A unidade na RDS do Uatumã está localizada na comunidade Bom Jesus do Angelim, onde moram mais de 20 famílias que vivem da agricultura sustentável. Conforme o fiscal da Secretaria de Educação na obra, engenheiro Renato Amazonas, os trabalhos consistem atualmente na mobilização de materiais e equipamentos na área. A próxima fase será a de infraestrutura com a parte de fundação. 

Fotos: Lucas Silva/ Secom

“As obras estão, atualmente, em fase inicial na parte de mobilização, com montagem da estrutura de suporte e de locação de todo o prédio. Mas, já estamos iniciando a fase de infraestrutura, que é a segunda etapa, que inclui a parte de fundação. A escola possui toda sua madeira de remanejo e estamos buscando implementar um processo construtivo sustentável, da aquisição dos materiais até o descarte”,explicou.

O engenheiro ainda enfatizou a importância do uso sustentável de recursos naturais na construção da instituição. “A Escola da Floresta vem no sentido de representar a sociedade do Amazonas em uma comunidade que já vive de forma sustentável. O fornecimento de energia dela será em painel solar. A escola também vai fazer a captação de água da chuva, que serão armazenadas em uma cisterna, tratada e relançada na rede da escola”.

Proposta ambiental

Fotos: Lucas Silva/ Secom

A Escola da Floresta vai promover a sustentabilidade socioambiental nas unidades de ensino ao fortalecer as ações de educação ambiental nas Unidades de Conservação (UCs). As unidades serão espaços de gestão democrática e de respeito à diversidade sociocultural e aos direitos humanos.

Serão construídas três escolas. Além da RDS do Uatumã, receberão o projeto a Área de Proteção Ambiental (APA) Caverna do Maroaga, no município de Presidente Figueiredo; e a RDS Piagaçu Purus, no município de Beruri.

Cada unidade contará com quatro de salas de aula, uma sala de leitura, uma sala multiuso, refeitório, sala dos professores, alojamento dos educadores e dos estudantes, Espaço Maker, que é o laboratório de robótica, além de banheiros e demais estruturas escolares, como secretaria, despensa, cozinha e depósito.

Fotos: Lucas Silva/ Secom

A proposta também inclui formar futuras lideranças das áreas protegidas, no intuito de fortalecer a gestão desses territórios, em especial, na promoção de atividades de desenvolvimento sustentável.

A agente de saúde Claudeme Loureiro, 52, contou que a obra representa o futuro de seus netos e de toda a comunidade.

“É muito satisfatória essa escola que está sendo construída tanto para nós, da Comunidade Bom Jesus,  quanto para as outras comunidades da Reserva. Aqui, nós criamos e plantamos tudo com respeito à reserva ambiental. Estou muito feliz porque é o futuro dos meus netos que estudam nessa comunidade”.

Fotos: Lucas Silva/ Secom

Fotos: Lucas Silva/ Secom

Deixe o seu Comentário

Governo do Amazonas avança com obras da primeira Escola da Floresta na Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uatumã

plugins premium WordPress