domingo, 21 de julho de 2024
Pesquisar

Imposto sobre elétricos e híbridos importados vai subir; saiba quanto

Imagem: Southworks/Shutterstock
Imagem: Southworks/Shutterstock

O reajuste no valor do imposto de importação afeta modelos híbridos, híbridos plug-in e carros totalmente elétricos no Brasil

Entra em vigor nesta segunda-feira (1º), o novo aumento do valor do imposto de importação para carros híbridos e elétricos no Brasil. O reajuste afeta modelos híbridos, híbridos plug-in e carros totalmente elétricos.

Carros elétricos podem ficar mais caros no Brasil (Imagem: Owlie Productions/Shutterstock)

Aumentos previstos também para 2025 e 2026

Este é o segundo aumento desde janeiro deste ano. Na oportunidade, o imposto de importação, que estava zerado desde 2016, voltou a ser cobrado gradualmente.

Antes, a taxa era de 12% para híbridos convencionais e plug-in e de 10% para veículos elétricos. Agora, ela passa para 25% para modelos híbridos, 20% para híbridos plug-in e 18% para carros totalmente elétricos, segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços.

Novos aumentos também estão previstos para 2025 e 2026. Marcas ligadas à Associação Nacional das Fabricantes de Veículos (Anfavea) alegam que o volume crescente das importações oferece risco à indústria nacional.

Para o ano que vem, os impostos para os híbridos passarão para 30%, enquanto os plug-in terão cobrança de 28% e os elétricos de 25%. Já a partir de julho de 2026, a taxação para importação subirá para 35% para todos os modelos eletrificados.

Repasse do imposto ao consumidor é decisão dos fabricantes

  • Diversas fabricantes se anteciparam ao novo aumento do imposto, caso da BYD.
  • A chinesa decidiu trazer um navio cargueiro com mais de 5,5 mil carros para o Brasil em maio.
  • O objetivo da medida era aumentar o estoque no país, uma vez modelos que já estão em território brasileiro não pagam a nova taxa.
  • Lembrando que a decisão de repassar o imposto integral ao consumidor é da própria fabricante.
  • Durante a retomada da cobrança em janeiro, diversas marcas preferiram segurar os preços dos carros híbridos e elétricos, evitando, na oportunidade, que os modelos ficassem mais caros.

Descubra mais sobre Manaustime

Subscribe to get the latest posts sent to your email.

Deixe o seu Comentário

Imposto sobre elétricos e híbridos importados vai subir; saiba quanto

plugins premium WordPress