quarta-feira, 24 de julho de 2024
Pesquisar

Professora de creche amarra mãos e cola boca de criança

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Profissional foi afastada das atividades pedagógicas junto a outras duas assistentes de turma.

Uma professora se tornou alvo de um processo administrativo após confessar que amarrou as mãos e colou a boca de uma criança com fita adesiva em uma creche em Fernando de Noronha no estado de Pernambuco. O caso aconteceu no Centro Integrado de Educação Infantil Bem-Me-Quer, que atende 230 crianças até os seis anos de idade.

A vítima é uma menina de quatro anos, que teria retornado para casa com hematomas após passar o dia na creche. A direção do Centro tomou conhecimento da ocorrência por meio da família da vítima. Apesar do caso estar em evidência agora, a agressão aconteceu no último mês de abril. Além da professora, a direção afastou do cargo outras duas assistentes de turma.

Uma ata de uma reunião interna e que registrou a confissão da professora. “Confessou que amarrou as mãos da criança com uma fita e não lembra se colou a fita na boca da criança”, constata o documento. A professora também teria pedido desculpas aos familiares da aluna que estiveram presentes no encontro com a gestão.

Um Processo Administrativo Específico (PAE) para esclarecer tudo o que aconteceu. Esta é a segunda ocorrência de suposta agressão envolvendo a creche em Fernando de Noronha; a outra também foi com um menino de quatro anos.

Por meio de nota, a SEE lamentou o episódio e reforçou que a gestão do CIEI Bem-Me-Quer acionou a família da vítima e o Conselho Tutelar “assim que tomou conhecimento do caso”. “A SEE segue à disposição das autoridades competentes.

*com informações ampost


Descubra mais sobre Manaustime

Subscribe to get the latest posts sent to your email.

Deixe o seu Comentário

Professora de creche amarra mãos e cola boca de criança

plugins premium WordPress